segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Desertificação, muçulmanos e homosexuais...

Cá está ele..

Não sei se todos vocês (todos vocês, a meia dúzia de pessoas que lê isto) já tiveram oportunidade de visitar o interior do país. Eu felizmente já, e acreditem que é algo de extraordinário…

Acreditem, existem pequenas aldeias em que depois de as percorrer, coisa de quarto de hora, conclui-se que nalgumas delas o saldo demográfico localiza-se mais ou menos nos 63 seres vivos e 4 defuntos (dois casais, que por sinal já não procriam dada a sua longa idade e o solo pouco favorável ao cultivo de pau de cabinda). Esses 63 seres vivos que se compreendem entre 20 de gado bovino, 15 de caprino, 25 de ovino e 3 de suíno são a alma e a alegria daquela terra…
Depois são sítios que mais valia não existirem, é que para terem nomes do estilo, Agunchos…
Sem querer descriminar os habitantes, que embora quase mortos ainda têm a sua funcionalidade, tal como… Tirar dinheiro ao estado pelas suas reformas.

Mas na minha opinião existe uma solução para resolver todo este problema da desertificação no interior de Portugal. Qual é o povo que está sempre a morrer, mas cada vez há mais e não se sabe muito bem como? Deu-me agora um rasgo de imaginação e alarguei as soluções para duas. Reparem bem, muçulmanos e gay’s.

Primeiro os muçulmanos. Eles são pessoas que só estão bem a arrebentar (que lá um puto aos 5 anos já faz bombas com duas pedras, um lenço e uma garrafa de bagaço). E estão sempre a morrer, mas a seguir aparece sempre mais um e outro e outro… Segredo? Poligamia. Penso que uma alteração constitucional deste género no nosso país não faria diferença nenhuma e ajudaria a combater a desertificação.

Por fim, gay’s. É das comunidades alternativas que mais odeio, mas que neste campo poderiam ser úteis. Toda a gente os contesta e critica, mas o que é certo é que cada vez eles são mais. Todos juntos lá no cantinho deles seria a solução para nós e na minha opinião, caso esta solução fosse aprovada, era nem decorrerem eleições e José Castelo Branco ser logo promovido a autarca. Por estranho que pareça não consigo de todo encontrar um segredo para esta comunidade crescer desta maneira, visto que não se reproduzem… Cheira-me que é um vírus, e caso se confirme a virose seria de bem mete-los todos nessa localidade e pô-la de quarentena…
Por aqui me fico, não vá acabar por criticar mais ainda esta maneira de pensar, ainda acabo com um ou dois processos em cima, o que não me dava muito jeito visto que tenho onde estar amanhã às sete e meia.

Beijinhos, foi um prazer.

I’ll be back.

1 Palmadinhas:

Amy Nobody. disse...

xD tditos dos gays...
ja tas cm a outra, que dizia que a homosexualidade era uma doença xD
"ai, hoje acordei com este andar... eu onte nao tinha este andar!:P E estes agudos? Ai, hoje estou tao homossexual..."

Keep it on. Lindo.

 
Copyright 2009 HUMANAMENTE CORRECTO. Powered by Blogger
Blogger Templates created by Deluxe Templates
Wordpress by Wpthemescreator